Notícias

ANS quer fim de carência na troca de plano de saúde

Com a nova regra, o cliente poderá trocar de plano de saúde quando quiser trocar de plano de saúde ficará mais fácil ainda neste ano. É o que promete a Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), que colocou nesta quinta-feira (3), em consulta pública um texto que altera a norma da portabilidade de convênios médicos.


Uma das principais mudanças será a extinção do período conhecido como “janela” para a troca de plano. Na regulamentação vigente, de 2009, os clientes podem migrar de operadora apenas no período de 120 dias contados a partir do primeiro dia do mês de aniversário do contrato. Com a nova regra, a troca poderá ser feita em qualquer momento do ano.


“Observamos que alguns beneficiários perdiam o prazo da migração por não conseguir toda a documentação e outros nem sabiam quando era o aniversário do contrato. As novas regras facilitam a portabilidade e estimulam a concorrência no setor”, afirma Karla Coelho, diretora de Normas e Habilitação dos Produtos da ANS.


Outra novidade é a possibilidade de migração de operadora para clientes de planos coletivos empresariais, que correspondem a 66% do mercado de convênios médicos no Brasil, o equivalente a mais de 31 milhões de pessoas.


Hoje, um beneficiário que estava insatisfeito com o plano pago por sua empresa tinha de contratar uma nova operadora e cumprir todos os prazos de carência conforme o novo contrato. Com a nova norma, os clientes de planos empresariais poderão fazer a portabilidade para um plano individual, familiar ou coletivo por adesão sem cumprir prazos de carência já vencidos no contrato anterior.

Outra mudança importante é a permissão para a troca de convênio com coberturas diferentes sem cumprimento de carência para todos os procedimentos. “Pela nova norma, o cliente cumprirá carência apenas para as coberturas não previstas no plano anterior”, explica Karla.


Prazos O texto da nova regra foi divulgado ontem no site da ANS para análise pública. A partir do dia 10, a população poderá fazer sugestões de mudança. A consulta ficará aberta até o dia 11 de setembro. Em seguida, a agência vai analisar todas as opiniões e elaborar o texto final da norma, que deverá ser concluído em até dois meses após o fim da consulta. “Até novembro essa norma já estará publicada”, diz a diretora.


O texto da norma foi elaborado após reuniões da ANS com operadoras, prestadores de serviços e entidades de defesa do consumidor ocorridas no primeiro semestre.


Segundo Karla, a regra sobre portabilidade está sendo alterada porque, desde que a troca de planos passou a ser permitida pela agência, em 2009, o número de migrações foi aquém do esperado. “Os beneficiários tinham dificuldades para mudar de plano e sentimos necessidade de aprimorar esse processo”, conta ela.


De acordo com pesquisa da agência, a maior dificuldade apontada pelos beneficiários na troca de plano foi o curto prazo para a execução da portabilidade – 40% dos entrevistados pela agência apontaram este como o principal problema na migração de operadora.


Entre 2011 e o ano passado, o órgão recebeu 8,5 mil reclamações de clientes sobre problemas no processo de troca de plano. Outros 125,2 mil clientes contataram a agência pedindo mais informações sobre o tema.


Como parte do processo de flexibilização da norma em vigor, a ANS oferecerá materiais e ferramentas informativas aos clientes sobre as possibilidades de mudança. A agência produzirá cartilhas para os consumidores explicando as mudanças, além de aprimorar o guia de planos de saúde, ferramenta do site da ANS por meio da qual os beneficiários podem procurar os planos por tipo de cobertura, entre outros filtros.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo

O SINCOR-RJ

Durante o período de pandemia o Sincor-RJ está funcionando de segunda a sexta, de 09:00 às 12:00 e de 13:00 às 18:00 em Home Office. 

Nosso Whatsapp é 21 96758-7195

INSTITUCIONAL

MAPA DO SITE

SERVIÇOS

MISSÃO

A missão do Sincor-RJ consiste na defesa e aprimoramento dos corretores de seguros, no exercício de suas atribuições e na defesa do consumidor de seguros e do instituto do seguro, em razão do seu grande sentido social.

VISÃO

O SINCOR/RJ almeja ser a casa do aperfeiçoamento do corretor de seguros e a coluna que sustenta o instituto do seguro pelo seu sentido social.

VALORES

Os valores que orientam e presidem as ações de nossa instituição e que temos como apanágio, são: a verdade; a independência; a honestidade; a cooperação e a justiça. Assim, sob a égide desses atributos, desenvolvemos os nossos esforços e as nossas missões.

Sincor-RJ - Sindicato dos Corretores e das Empresas Corretoras de Seguros, de Resseguros, de Vida, de Capitalização e de Previdência, do Estado do Rio de Janeiro. com sede na Rua dos Mercadores, 10 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, Cep: 20010-130, inscrita no CNPJ sob o no 33.915.117/0001-54