Notícias

Sincor foi fundamental para o fechamento de Associação

14/07/2017

 

O sucesso da ação policial que resultou na prisão, nesta quarta-feira (12/07), de dois dirigentes da APM Brasil, associação que comercializa a chamada “proteção veicular”, com sede em Contagem (MG), teve como base inicial uma denúncia apresentada pelo Sincor-MG. “O Sindicato fez a denúncia. Antes, reuniu provas, como o estatuto social da entidade, a ata de assembleia e informações do site. Anexamos o regulamento interno e apresentamos todos esses documentos como uma denúncia para a Susep”, revela a presidente do Sindicato, Maria Filomena Branquinho, em entrevista exclusiva ao CQCS.

 

Maria Filomena, que também é vice-presidente da Fenacor, acrescenta que foram feitas duas denúncias. A primeira, em 2015. A outra, no dia 15 de fevereiro deste ano, foi reforçada e complementada com farta documentação.

 

O espaço de dois anos entre as duas ações se explica exatamente pela necessidade de reunir uma gama de documentos que possam dar o necessário embasamento à ação do órgão regulador e da polícia. “Se mandarmos só a cópia do estatuto, a Susep protocoliza, mas não abre processo administrativo porque só o estatuto é documento insuficiente. Então, há uma lista de documentos, elaborada pela própria Susep, que permite a abertura de um processo mais completo”, explica Maria Filomena.

 

Ela assinala que o Sincor-MG tem se preocupado em agir dessa forma em casos similares, quando é informada sobre a atuação de uma nova associação em Minas Gerais. Quando a denúncia se refere à associação que atua em Belo Horizonte ou arredores, o Sindicato envia um funcionário ao cartório de registro de títulos, expede todos os documentos da associação e formata a denúncia para a Susep.

 

“Depois, a Susep abre um processo administrativo, o que significa que o processo já foi enviado para a Polícia Federal e para o Ministério Público Federal”, diz a presidente do Sindicato.

 

Nos casos em que a associação opera no interior, o Sincor-MG entra em contato com um corretor de seguros da região e solicita que vá ao cartório de títulos e retire os documentos necessário.

 

Quando isso ocorre, o próprio corretor assume os custos no cartório e com o Sedex e é reembolsado posteriormente pelo Sindicato. Depois, o Sincor dá prosseguimento à denúncia para a Susep. “Se for em outro estado, nós enviamos a denúncia para o Sindicato local. Então, é isso que a gente faz, é o que o sindicato pode fazer. Porque nós não temos poder de polícia, nós temos o poder da denúncia”, enfatiza Maria Filomena.

 

Ela observa ainda que é fundamental a participação do corretor nesse processo, não apenas na configuração da denúncia, mas principalmente na orientação À sociedade, mostrando a diferença entre a contratação de um plano de proteção veicular e de uma apólice de seguros.

 

O Sincor-MG elaborou, inclusive um folheto, intitulado “O Porque do corretor”, onde destaca os pilares da profissão; a qualidade e a diferença na prestação de serviço do corretor de seguros em comparação ao gerente de banco, por exemplo. O folheto pode ser impresso ou enviado por meio eletrônico. O sindicato fornece o material para todos os corretores associados gratuitamente.

 

POLÍCIA. Segundo reportagem publicada pelo portal G1, a APM Brasil, que tem aproximadamente 30 mil associados, é investigada por suspeita de não dar baixa em veículos que tiveram perda total e de vender a documentação para criminosos que esquentavam carros roubados.

 

Ainda não há um levantamento do número total de veículos adulterados, mas, até agora, 22 carros com documentação irregular foram apreendidos.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Em Destaque

Sudeste e Sul geram 79% dos prêmios de seguro

21/11/2018

1/10
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Arquivo
Please reload

O SINCOR-RJ

Durante o período de pandemia o Sincor-RJ está funcionando de segunda a sexta, de 09:00 às 12:00 e de 13:00 às 18:00 em Home Office. 

Nosso Whatsapp é 21 96758-7195

INSTITUCIONAL

MAPA DO SITE

SERVIÇOS

MISSÃO

A missão do Sincor-RJ consiste na defesa e aprimoramento dos corretores de seguros, no exercício de suas atribuições e na defesa do consumidor de seguros e do instituto do seguro, em razão do seu grande sentido social.

VISÃO

O SINCOR/RJ almeja ser a casa do aperfeiçoamento do corretor de seguros e a coluna que sustenta o instituto do seguro pelo seu sentido social.

VALORES

Os valores que orientam e presidem as ações de nossa instituição e que temos como apanágio, são: a verdade; a independência; a honestidade; a cooperação e a justiça. Assim, sob a égide desses atributos, desenvolvemos os nossos esforços e as nossas missões.

Sincor-RJ - Sindicato dos Corretores e das Empresas Corretoras de Seguros, de Resseguros, de Vida, de Capitalização e de Previdência, do Estado do Rio de Janeiro. com sede na Rua dos Mercadores, 10 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, Cep: 20010-130, inscrita no CNPJ sob o no 33.915.117/0001-54